‘Se juntos já causam’… quando o sertanejo e o funk se unem

O sertanejo é o gênero musical que mais move a indústria fonográfica do Brasil há pelo menos uma década.

Top 1 nas rádios e em programas de TV, os artistas do sertanejo lotam suas agendas com turnês lotadas pelo país, em shows tão grandiosos quanto uma apresentação pop internacional.

Por outro lado, temos o funk. Enquanto alguns poucos ainda insistem em ver o gênero de forma pejorativa, o funk já ganhou status de cool há muito tempo.

É só pensar nos vídeos do Kondzilla e nos rappers que viram ícones influentes de forma quase instantânea, seja pelas redes sociais ou pelo fato de as músicas tocarem em todas as festas possíveis (mesmo que não estejam presentes na maioria das rádios).

Tem MC Livinho, MC Bin Laden, MC Kevinho, G15… seja funk carioca ou paulista, o gênero vem despontando novos ídolos carismáticos a cada momento.

Imagine, então, juntar a representatividade do sertanejo e a influência do funk?

O mercado já viu que essa ideia só poderia dar em sucesso. O resultado são as parcerias recentes entre cantores de sertanejo e MCs. Já deram até um nome para o fenômeno, “funknejo”.

 

Basta pensar na parceria de Naiara Azevedo com MC Kevinho, na mistura de ritmos com letra insinuante, Mentalmente.

Já Nego do Borel não é MC, mas tem berço no funk e manja de parcerias de sucesso. Chamou uma das duplas mais influentes do feminejo, Maiara e Maraisa, para a sua versão funk-sertaneja-arrocha em Esqueci Como Namora.

Resultado: já é uma das três músicas mais tocadas em todo o Brasil. Na internet, o clipe superou a marca de 54 milhões de acessos.

Esqueci Como Namora é um hit tanto na rádio quanto na web, provando que misturar dois do gêneros mais famosos do país é garantia de sucesso.

Em outra ponta está Ivete Sangalo. Consagrada como uma das cantoras mais queridas do Brasil, ela veio do axé mas já se envolveu em parcerias com artistas do sertanejo, do funk e até do rock, confirmando a sua ecleticidade e tino para novas tendências. A última novidade da cantora é uma música com MC Livinho, que deve ser lançada em breve.

A cantora anunciou a nova música no último final de semana e, pela palinha com o MC, já podemos percebem que vem hit por aí:

Vivemos em uma época em que os gêneros musicais estão cada vez mais homogêneos, tanto que já não é tão fácil identificar um hit como sendo sertanejo, funk, arrocha ou reggaeton. Tudo é uma grande mistura, voltada para uma sociedade com cabeça mais aberta, que não quer mais saber de rótulos, e sim de experiências diversas (inclusive musicais).

A balada sertaneja toca funk, a festa tradicional toca sertanejo. Uma música do trio moderninho Major Lazer está presente até em programas caretas de domingo na TV, graças à parceria com Anitta (uma cantora que levanta a bandeira do funk com orgulho) e com uma drag queen e digital influencer, Pabllo Vittar.

Nesse caldeirão musical que é o Brasil, quem sabe conseguir se aproveitar dessa multiplicidade de influências para transitar bem entre vários públicos, sai na frente.

Relembre outras parcerias de sucesso entre o sertanejo e o funk:

1. Henrique & Diego – Malbec ft. Dennis Dj

2. Simone & Simaria – Loka ft. Anitta

3. Lucas Lucco feat. MC Bin Laden – Tá Tranquilo, Tá Favorável

4. Dennis – Vamos Beber – Feat. João Lucas & Marcelo e Ronaldinho Gaúcho

5. Henrique & Diego – Suíte 14 ft. Mc Guimê

6. Zé Felipe Você Não Vale Nada feat. MC Menor

Fonte: CifraClubNews